Para ter uma boa convivência em condomínio, é preciso atenção a diversas regras de conduta, de modo a cultivar um ambiente tranquilo e harmonioso a todos. Isso porque você vai compartilhar com muitas pessoas as áreas comuns do empreendimento.

Conviver em um ambiente ideal requer a colaboração de todos os moradores. Entretanto, nem sempre é fácil esse convívio, quando nem todos se esforçam para que tudo dê certo.

Por isso, mostraremos a seguir 5 dicas para que essa convivência possa ser a mais agradável possível. Confira a leitura!

Confira nossas 5 dicas para uma boa convivência em condomínio

1. Siga as regras do condomínio

Ao se mudar para um condomínio, é fundamental buscar com o síndico o regulamento interno do empreendimento. Nele, há diversas regras específicas que devem ser observadas à risca, entre elas:

  • horários permitidos para reformas e mudanças;
  • períodos de entrega de encomendas de grande porte, como geladeiras, fogões, móveis planejados etc.;
  • colocação do lixo no local certo e, quando houver espaço destinado a resíduos reciclados, separá-los de maneira adequada;
  • local ideal para transitar com animais de estimação.

2. Seja cordial com as pessoas

Não importa quem você encontre no condomínio: seja cordial. Diga sempre um bom dia a todas as pessoas, seja no elevador, seja na garagem ou nas áreas comuns. Essa pequena atitude é capaz de transformar a convivência entre os vizinhos e funcionários.

3. Respeite as áreas comuns

Esse é um item que gera muita discórdia nos condomínios. É muito importante que as pessoas se lembrem de que é preciso pensar nas outras pessoas também. Por exemplo, ao utilizar a quadra ou salão de jogos, sempre é bom conferir se não há outras pessoas que queiram utilizar a área. Portanto, os espaços precisam ser compartilhados por todos.

O elevador merece uma atenção especial. É comum que as pessoas o segurem enquanto se despedem das visitas ou porque esqueceram alguma coisa dentro de casa. Essa é uma atitude que deve ser evitada, a fim de não criar atritos com os vizinhos.

4. Respeite a área da garagem

Outro local típico de problemas é a garagem. Por isso, tenha sempre atenção a algumas regrinhas básicas:

  • mantenha a velocidade reduzida nesse espaço, já que podem aparecer crianças entre os carros;
  • acenda os faróis dentro da garagem, pois ajuda a evitar acidentes;
  • estacione o carro no centro e dentro dos limites da vaga. Isso porque é comum as pessoas estacionarem os carros tortos ou muito próximo à porta do carro do vizinho, o que causa uma série de conflitos.

5. Cuidado com o barulho

Eis outro motivo de discórdia em condomínios. Por isso, procure seguir as regras sobre as determinações de horários de festas, reformas etc. Além disso, é importante ter atitudes para evitar incômodos aos vizinhos, tais como:

  • uso de sapatos barulhentos dentro de casa;
  • volume alto de aparelho de som e TV;
  • crianças pulando dentro de casa, pois ecoa no apartamento abaixo.

Entenda por que é importante a harmonia entre os vizinhos

Ao optar por morar em condomínio, a pessoa precisa ter em mente que está vivendo em uma comunidade e que, muitas vezes, pode haver conflitos que tornam a convivência muito difícil. Portanto, o respeito entre as pessoas é fundamental.

Dessa maneira, é possível encontrar a harmonia e a paz nesse convívio. Para isso, basta sempre procurar se colocar no lugar do outro e, então, veremos que não é tão difícil assim compartilhar o espaço e o objetivo de viver bem com os vizinhos.

A boa convivência em condomínio pode existir se houver muita disposição para viver em harmonia. Para isso, basta seguir as regras do empreendimento e ter respeito às pessoas. Além disso, entender que esse é o melhor caminho para que todos aproveitem os benefícios de viver em comunidade.

E você, tem alguma regra de boa convivência que queira nos sugerir? Então, faça o seu comentário aqui no post!

Escreva um comentário