O aluguel de imóveis é uma das formas mais comuns de moradia. Porém, ele ainda gera várias dúvidas com relação às partes mais burocráticas do processo, principalmente no momento de assinar o contrato. Um bom exemplo disso é a questão do fiador, um componente exigido por imobiliárias e proprietários.

Um fiador é a pessoa que assume a responsabilidade, caso o inquilino fique inadimplente. Ele geralmente é alguém que já possui um imóvel. Isso dá ao proprietário um pouco mais de segurança. Porém, nem todo mundo tem um fiador disposto a ajudar, o que pode dificultar um pouco o processo. Felizmente, existem formas de alugar sem fiador, caso seja necessário.

Dependendo do seu contexto, diferentes métodos podem ser mais adequados. Para ajudar com isso, listamos aqui os 3 principais caminhos para alugar sem fiador. Confira!

Seguro-fiança

O principal motivo para o envolvimento do fiador é reduzir o risco de inadimplência. Mesmo que o pagamento não seja concluído, sempre haverá uma pessoa que pode ser intimada para quitar a dívida. Sem esse tipo de garantia, algumas imobiliárias podem simplesmente se recursar a fechar negócio. Diante disso, uma das melhores alternativas é o seguro-fiança.

Como o nome já deixa a entender, esse seguro é pago pelo inquilino como uma forma de substituir o fiador. Por meio dele, um valor é adicionado ao do aluguel padrão, de modo que, mesmo com atrasos ou inadimplência, o risco para a imobiliária é minimizado. Dessa forma, é mais fácil fechar um contrato com segurança.

Capitalização imobiliária

Títulos de capitalização também podem ser usados como forma de garantia em uma transação imobiliária. Nesse caso, o inquilino faz a aquisição de um título imobiliário com uma empresa especializada na área, a qual estipula um valor com base no risco e nas exigências da imobiliária. Ele, então, paga pelo título, e, caso fique inadimplente, a empresa cobrirá as perdas.

Esse é um método bem prático para alugar sem fiador, pois o título pode ser emitido em pouquíssimo tempo pela empresa provedora. Além disso, caso você queira deixar o imóvel, pode encontrar outra pessoa interessada em comprar o título, assumindo o resto das parcelas.

Cartão de crédito com garantia de aluguel

Uma modalidade mais recente, mas que apresenta suas vantagens, é o uso do cartão de crédito com garantia imobiliária. Você assinar um serviço de cartão de crédito, o qual é aprovado com base em uma análise dos seus dados e usado no contrato de aluguel.

Caso seja aprovado, você pagará uma taxa de 8% a 10% do valor do aluguel mensalmente, como garantia para a imobiliária. É uma opção bem simples para quem é um bom credor, além de poder ser colocada em prática com bastante facilidade.

Com essas dicas, você já pode pensar em alugar sem fiador o seu próximo imóvel. E se quiser mais ajuda para encontrar o imóvel ideal, a Francisco Imóveis está aqui para auxiliar. Com nosso atendimento de qualidade e excelente catálogo, você certamente vai encontrar o lugar que procura.

Quer saber mais? Então entre em contato e descubra agora mesmo!

Escreva um comentário